Mais Esportes
Político admite desvio de dinheiro na Copa
10/11/2017


Marat Oganessian, ex-vice-governador de São Petersburgo, cidade da Rússia, admitiu ter desviado o equivalente a € 730 mil euros ou R$ 2 milhões 750 mil reais, durante a construção do novo estádio da cidade, a sede mais cara da Copa Mundo, em junho/julho, na Rússia.

 

Oganessian é acusado de ter assinado contrato ilegal com a empresa TDM, para a instalação de placar eletrônico no novo estádio de 68 mil lugares.

 

O estádio de São Petersburgo foi inaugurado em início de 2017 e sediou a final da Copa das Confederações, em junho, vencida pela Alemanha, atual campeã Mundial.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

10/11/2017


Voltar
adilsonbuffet.