Mais Esportes
Polícia Federal prende presidente de Confederação
06/04/2017


A PF - Polícia Federal prendeu quatro pessoas, entre elas o presidente da CBDA - Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Coaracy Nunes, como parte da operação Águas Claras, deflagrada para apurar esquema de desvio de recursos públicos repassados à entidade, envolvendo dirigentes e empresários.

 

Também estão entre os detidos o diretor financeiro da Confederação, Sérgio Ribeiro Lins de Alvarenga, e o coordenador técnico do polo aquático, Ricardo Cabral.

 

Quem está foragido é Ricardo de Moura, secretário geral de Natação e Executivo, braço-direito de Coaracy e até pouco tempo atrás candidato da situação.

 

Todos os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de São Paulo. A operação foi deflagrada após denúncias de atletas, ex-atletas e empresários do ramo esportivo e trabalho da PF, do Ministério Público Federal e da Controladoria-Geral da União.

 

De acordo com a Polícia Federal, “as investigações apuram o destino de cerca de R$ 40 milhões de reais repassados à CBDA. Há indícios de um esquema de desvios de recursos públicos captados por meio de convênios e leis de fomento ao esporte, sem a devida aplicação, conforme previsto em lei e nos contratos assinados”.

 

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

06/04/2017


Voltar
adilsonbuffet.