Noroeste
Noroeste tem público e renda superiores às dos últimos seis anos
14/04/2017

O atacante Tuxa que no Noroeste nunca passou de promessa teve o contrato, que terminaria em marco de 2018, rescindo por indisciplina. (Bruno Freitas/ECN)



Com mais 206 pagantes e o Noroeste teria superado a média de público: 2.324 pagantes nos nove jogos que realizou em 2011, ano que disputou pela última vez o Campeonato Paulista Série A1, o Paulistão.

 

Nos nove jogos neste ano, em Bauru, no Campeonato Paulista Série A3, o time do Noroeste, lutando desesperadamente contra o rebaixamento a Segunda Divisão, foi visto por 19 mil 72 pagantes, média de 2.119 pagantes por jogo. O clube arrecadou R$ 264.065,00 reais, média de R$ 29.340,00.

 

Descontadas as despesas, que não são poucas, o Noroeste faturou nas bilheterias R$ 166 mil 683 reais, ou média de R$ 18 mil 520 reais por partida no Estádio “Alfredo de Castilho”.

 

O público: 19.072 pagantes e renda bruta de R$ 264.065,00 reais superam todos os campeonatos disputados pelo Noroeste de 2011 até aqui, inclusive na Copa Paulista.

 

Mais de três vezes

Em 2012, o Noroeste conquistou o título da Copa Paulista realizando 12 jogos em Bauru, com média de 874 pagantes, e público total de 10.494. Naquele ano o Noroeste teve média de renda de R$ 6.462,00 e arrecadou bruto R$ 77 mil 549 reais.

 

O público e renda do Noroeste na Série A3 deste ano superam três vezes mais as registradas em 2016, com público de 7.090 pagantes em nove jogos, média de 787 pagantes e renda bruta de R$ 69.800,00 reais, média de R$ 7.775,00 por partida.

 

Clique aqui e saiba a Campanha do Noroeste no Paulista A3

 

Clique aqui e saiba o Elenco do Noroeste

 

Clique aqui e saiba mais Notícias do Noroeste

 

Erlinton Goulart, Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

14/04/2017


Voltar
lavacarsla
sabonetenips

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI