Noroeste
Noroeste perde Zé Carlos Coelho, o seu maior artilheiro
21/10/2017

Zé Carlos fez o primeiro gol na inauguração do Estádio “Alfredo de Castilho”. (Futebol Bauru/Arquivo)



Morreu sábado à tarde, vítima de câncer, José Carlos Coelho, 81 anos, maior artilheiro do Noroeste, em todos os tempos, com 129 gols em 286 jogos, de 1960 a 1966. Em seis anos, média de 2,2 gols por jogo.

 

Zé Carlos morava na Vila Falcão estava doente e deixa a esposa Maria de Lourdes Correa Coelho, quatro filhos, dois netos e bisneto.

 

Zé Carlos marcou o primeiro gol na inauguração do Estádio Alfredo de Castilho, em 5 de junho de 1960, com o Noroeste vencendo o Palmeiras, em jogo amistoso, por 3 a 2.

 

Ex-funcionário da Semel - Secretaria Municipal de Esportes e Lazer ensinava garotos em escolinha de futebol no Estádio “Sílvio de Magalhães Padilha”, na Vila Giunta.

 

Portuguesa

Zé Carlos nasceu em Batatais em 9 de janeiro de 1936 e antes de se destacar pelo Noroeste, defendeu a Portuguesa ao lado de Djalma Santos e Servílio que depois jogaram no Palmeiras e pela Seleção Brasileira.

 

Em 1967, o meia-atacante, retornou a São Paulo para defender o Juventus. Ainda jogou no Araçatuba e em 1970 encerrou a carreira no Garça, onde iniciou a carreira de treinador, comandando também o Sãocarlense, a Santacruzense e o próprio Noroeste.

 

Erlinton Goulart, Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

21/10/2017.


Voltar
sabonetenips lavacarsla

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI