Noroeste
Noroeste confirma atraso e cita bloqueio da Justiça
25/04/2017


Através de sua assessoria de comunicação, o EC Noroeste, distribuiu release à Imprensa, confirmando atraso no pagamento de funcionários, conforme publicação do Futebol Bauru.

 

Veja o texto do Noroeste na íntegra:

 

“Jogadores, funcionários operacionais, comissão técnica, cozinheiras e trabalhadores da manutenção estão sem receber o pagamento do mês de abril (referente a março) devido a um novo bloqueio que a Justiça Trabalhista impôs ao clube para quitar uma dívida antiga.

 

De acordo com o presidente Estevan Pegoraro, o departamento jurídico noroestino trabalha diariamente para reverter a situação.

 

“Adotamos a transparência assim que assumimos. O Noroeste não tem ‘caixa 2’, portanto, enquanto não liberar a conta, infelizmente, não tem como o clube fazer os pagamentos de salários”, explica Pegoraro.

 

O presidente cita ainda que o Alvirrubro paga mensalmente R$ 28.900,00 para Justiça do Trabalho e que esse valor é dividido pelo juiz do núcleo de execuções para aproximadamente 20 reclamantes, que trabalharam para as administrações passadas do Norusca.

 

A decisão isolada, ainda de acordo com Pegoraro, desta vez, gira em torno de um único reclamante. O fato está interferindo diretamente para o acerto de salário dos 25 trabalhadores, operacionais e comissão técnica atual do clube, além de jogadores que disputaram a Série A3.

          

“Esperamos, encarecidamente, que o juiz reveja este bloqueio e libere as contas do clube para que possamos retomar a normalidade”, finaliza o presidente noroestino, por meio da assessoria de imprensa do clube.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

25/04/2017

Voltar
sabonetenips lavacarsla

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI