Mais Esportes
Justiça mantém presidente do COB preso no Rio
09/10/2017


O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, aceitou pedido do Ministério Público Federal e decretou a prisão preventiva de Carlos Arthur Nuzman, presidente afastado do COB - Comitê Olímpico do Brasil.

 

Nuzman está preso desde quinta-feira passada e o prazo para a prisão temporária, de cinco dias, terminaria nesta segunda-feira. Agora, a detenção se dá por tempo indeterminado.

 

Bretas também prorrogou prisão temporária de Leonardo Gryner, braço-direito de Nuzman e ex-diretor do COB e do Comitê Rio 2016.

 

Segundo os investigadores, Nuzman e Gryner intermediaram o pagamento de propinas para que o Rio fosse escolhido a sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

09/10/2017


Voltar