Mais Esportes
Jogadores não entram em campo e time perde
12/08/2017


Um dos clubes mais tradicionais do Interior de São Paulo, o Mogi Mirim, protagonizou mais um vexame na sua história recente.

 

Com os salários atrasados, os jogadores se recusaram a entrar em campo e perderam por W.O. para o Ypiranga (RS), em jogo marcado em Mogi Mirim, pelo Campeonato Brasileiro Série C.

 

Os salários atrasados variam de um a seis meses, a depender do caso de cada atleta.

 

Os jogadores do Mogi Mirim até compareceram ao estádio e se reuniram com o presidente do clube, Luiz Henrique Oliveira que ofereceu cheque correspondente ao valor de um salário de cada atleta, o que não foi aceito.

 

O Mogi Mirim, que era presidido pelo pentacampeão Mundial Rivaldo até 2015, acumula três rebaixamentos consecutivos.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

12/08/2017


Voltar