Mais Esportes
Ex-presidente do Corinthians também levou dinheiro
15/04/2017


A Odebrecht apresentou ao Ministério Público planilha que aponta pagamentos de R$ 3 milhões de reais para o deputado Andrés Sanches (PT-SP), ex-presidente do Corinthians e mentor da construção da Arena Itaquerão.

 

De acordo com o documento, o dinheiro foi repassado a André Luiz de Oliveira, o André Negão, vice-presidente do Corinthians e assessor do gabinete de Sanches.

 

Ambos negam irregularidades. A planilha foi entregue ao Ministério Público por Benedito Júnior, o BJ, um dos 77 executivos que fizeram delação premiada com a Lava Jato.

No mês passado, a Folha revelou a informação.

 

Negão foi alvo de condução coercitiva em março de 2016 em uma das fases da Lava Jato. Negão apareceu em planilha do setor de operações estruturadas da Odebrecht, área responsável por pagamentos ilícitos.

 

Na documento, as citações “Timão” e “Alface” apareceram ligadas a endereço na zona leste de São Paulo, identificado pela Polícia Federal como a residência de André Negão.

 

Havia também lembrete de pagamento de R$ 500 mil reais a ser liquidado em 23 de outubro de 2014. A eleição para deputado federal aconteceu em 5 de outubro.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

15/04/2017


Voltar
adilsonbuffet.