Copa Semel
Contra o tempo e as chuvas, gramados estão sendo melhorados
21/01/2017

Gramado do Horácio Cunha, no Jardim Bela Vista, está passando por melhoria. (Divulgação)


Diferentemente de seu antecessor, exonerado por incompetência e omissão, o secretário de Esportes, Luís Francisco Faustini, o Garrincha, corre, literalmente, contra o tempo para melhorar, ao menos os gramados, dos estádios que ficaram abandonados pela Semel - Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

 

A chuva incessante não faz parar o trabalho de Garrincha que arregaçou as mangas e acompanha funcionários no reimplante de grama em pontos com falhas nos estádios.

 

Os gramados dos estádios “Sílvio de Magalhães Padilha”, na Vila Giunta e “Horácio Alves Cunha”, no Jardim Bela Vista já tiveram o gramado melhorado, faltando passar rolo para nivelar.

 

Entretanto o rolo nivelador não pode ser usado, devido aos gramados encharcados. Assim, a força tarefa de funcionários da Semel com a colaboração da Sear - Secretaria das Administrações Regionais corre contra o tempo e as chuvas.

 

Chuva levou

Garrincha se confessou triste ao “perder extensa área de grama em Tibiriçá, levada pela chuva e que estava pronta para ser plantada nos estádios”, disse ao Futebol Bauru.

 

Ainda que não seja possível, imediatamente, reformar alambrados, vestiários e fazer pintura, “estamos centrando esforços, mesmo com as chuvas, na melhoria dos gramados”, afirmou Garrincha.

 

Os campeonatos 1ª e 2ª Divisões, da LBFA - Liga Bauruense de Futebol Amador; a 13ª Copa Golden Máster e a 7ª Copa Semel, organizadas pelo órgão público tiveram, por determinação do secretário de Esportes, início adiado de 12 de março para o dia 9 de abril.

 

Clubes investem

Apesar de o tempo conspirar, Garrincha, mais que qualquer outro, sabe que precisa liberar os campos para a realização dos campeonatos.

 

A Copa Semel, por exemplo, é competição semi-profissional. Os clubes, em maioria absoluta, pagam técnicos, jogadores e massagistas. Tem jogador que recebe R$ 500 reais por jogo.

 

Comercial e Beija-Flor que disputaram o título em 2016, com o Comercial sagrando-se campeão, investiram mais de R$ 150 mil reais. Só para citar os dois.

 

Clique aqui e veja a Tabela de Jogos

 

Clique aqui e veja a Galeria de Campeões

 

Clique aqui e veja mais Notícias da Copa Semel

 

Erlinton Goulart, Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

21/01/2017


Voltar

ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI
ANUNCIE AQUI