Mais Esportes
Brasileiro sem árbitro de vídeo
06/02/2018


Por motivo econômico, não haverá árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro/2018. A decisão foi tomada por representantes dos 20 clubes da Série A em reunião do Conselho Técnico da competição. O placar foi 12 a 7 e uma abstenção.

 

A CBF queria que os clubes pagassem pela implantação da tecnologia, que corrige marcações e dúvidas da arbitragem em determinados tipos de lances, como gol, pênalti, aplicação de cartão vermelho e identificação de atletas O custo estimado para os 380 jogos da Série A: R$ 20 milhões de reais.

 

A favor do árbitro de vídeo: Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense (SC), Palmeiras, Grêmio e Internacional. Contra: Corinthians, Santos, América Mineiro, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Paraná, Vasco da Gama, Fluminense, Sport (PE), Vitória (BA) e Ceará.

 

O São Paulo não votou, pois o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva tinha deixou a reunião antes d seu término.

 

Redação Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

05/02/2018


Voltar
adilsonbuffet.