Mais Esportes
Bauru sobrou em quadra, voltou a vencer e conquistou inédito o NBB
17/06/2017

Bauru Basquete alcança a terceira vitória seguida sobre o Paulistano, marca 3 a 2 e conquista o título Nacional. (Guilherme Giavone)



Depois de perder os títulos nas temporadas 2015/16 e 2014/15 para o Flamengo, o Bauru Basquete, enfim, soltou a pleno pulmões o grito de CAMPEÃO! conquistando o 9º NBB - Novo Basquete Brasil e pondo fim a supremacia do time carioca.

 

Empurrado por mais de 4 mil torcedores, sábado, no Gigantão, em Araraquara, 130 km de Bauru, a equipe sob o comando do técnico Demétrius Ferracciú, voltou a derrotar o Paulistano, agora por 92 a 73, após marcar 44 a 37 no primeiro tempo.

 

Perdendo por 2 a 0, a série melhor de cinco jogos, o Bauru Basquete superou-se, empatando e vencendo o quinto e decisivo jogo.

 

Todos os títulos

O título inédito do NBB, organizado pela LNB - Liga Nacional de Basquete representa o bicampeonato Brasileiro, haja vista que em 2002 o Tilibra-Copimax levantou a taça do campeonato, à época organizado pela CBB - Confederação Brasileira de Basquete.

 

Agora Bauru, a exceção do Mundial Inter-Clubes (vice-campeão), tem todos os títulos no basquete masculino: Campeão Paulista (2014/13/1999), Liga Sul-Americana (2014) e Liga das Américas (2015), a Libertadores do basquete.

 

Ao sagrar-se campeão do NBB, o Bauru Basquete assegura vaga na Liga das Américas/2018 e só não disputará a competição se a CBB continuar suspensa pela Fiba - Federação Internacional de Basquete.

 

Absoluto

Absoluto Bauru venceu os quatro períodos. Iniciou o jogo focado e teve bom aproveitamento no ataque vencendo o quarto por 19x16. No segundo período a equipe caiu de produção, especialmente na defesa, equivocada na marcação, mas ainda assim marcou 25x21.

 

Com a defesa ajustada e ancorado nas infiltrações do ala Alex Garcia, Bauru também venceu o terceiro quarto, 23x16 e no último abriu 21 pontos de vantagem: 79x58.

 

Alex Garcia o cestinha do jogo com 24 pontos, cinco rebotes e três assistências. O pivô Shilton anotou o duplo, dois dígitos em dois fundamentos, com 16 pontos e 10 rebotes. O pivô Renato marcou 20 pontos para o Paulistano.

 

Os campeões

Alex Garcia, Jefferson, Léo Meindl, Shilton, Gegê, Jaú, Valtinho, Gui Deodato, Michael, Stefano, Henrique, Gui Santos, Guilherme Bento, Rafael Hettsheimeir e Eltink. Técnico: Demétrius Ferracciú.

 

Bauru alcançou 30 vitórias em 45 jogos

 

Bauru põe fim a supremacia do Flamengo

 

Quem jogou, quem marcou...

 

Erlinton Goulart, Futebol Bauru

www.futebolbauru.com.br

17/06/2017

Voltar